sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

CARNAVAL

E tinha aquela coisa

da Sofia andar pela casa se amparando nas paredes, né?

um sábado ficamos só nós dois lá embaixo

eu falava com ela

e ela nem aí pra mim

eu cantava, dançava, como sempre macaquices

até hoje é assim

minha vida paterna sempre foi a luta pelo sorriso da Sofia

já cansado, falei, meio invocado

- ah, sofia, vem cá!

Ela parou, antes de dobrar para a cozinha

olhou pra mim com aqueles olhos bem azul-verde abracadabras

fez assim com as sobrancelhas

disse de novo

- vem cá, vem?

e ela veio

atravessou a sala de bracinhos abertos

surpresa consigo mesma

meio que achando que era eu quem a fazia andar por ela

depois disso, nunca mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...