sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

GONORRÉIA VOCAL II (De Marcos Salvatore)

by Giovanni Boldini

A sua voz fala comigo, me beija na boca
Agrupa meus nervos aos pares,
Me finge que ouve, a louca, a louca

Surrealiza meus desejos num parto de horas
De feto gram-negativo, timbre da aurora
Que luta contra o jato verbal das entranhas comigo

Seiva matinal
Gotas de rima retórica
Que me escorrem da boca

Do canto esquerdo do mamilo direito
Até o fungo sonolento do amor que cresce e que arranha
O fundo do peito.





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...