segunda-feira, 26 de março de 2012

TINTA (de Marcos Salvatore)


by Van Gogh

Não dá mais pra repartir
O que eu não sei te dar
Nem me abandonar com você
Da mesma altura

É só o tempo de me despedir
Não posso mais ficar te acumulando
Nem esperar que a tinta seque
A despedida de tantas palavras

Não dá nem pra reprisar
A preta e branca ou colorida
Pose das fotos caladas na parede

Só sei nadar fugindo da rede
Na contramão do rio
Aqui fora as portas não têm chave mestra
Ainda arrombo uma por uma

Em busca de amor, pena e papel


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...